24 de dez de 2007

PARA CELSO

Você não acreditaria em tudo que está acontecendo! Desenvolvemos inúmeras formas de cura, conseguimos amenizar o sofrimento, não desistimos mesmo diante das piores doenças. Os toscos instrumentos médicos se tornaram máquinas potentes, dotadas de inquestionável precisão. Seus remédios foram e continuarão sendo aperfeiçoados. A chave para a criação da vida já se encontra em nossas mãos, já criamos animais, mas queremos criar semelhantes, iguais. Os homúnculos...
Tornou-se mais raro, mas ainda olhamos para o céu, contemplamos as estrelas, lembramos das constelações e dos signos do zodíaco. Hoje é possível chegar até as estrelas! Construímos naves capazes de nos levar através do cosmos, viagens espaciais, especiais. Tornamos-nos exploradores do universo, sabemos quais os elementos que compõem alguns planetas, cometas, e até mesmo descobrimos o tamanho real do sol! Sua astrologia, nossa astronomia.
Juventude eterna, apenas um remédio para todas as doenças, o leão mordendo o sol, o solvente universal, o espírito atingindo o estágio máximo da perfeição, sendo capaz de abandonar o corpo que o mantinha preso. Tudo muito bem pensado, escondido, envolto em mistério, códigos, segredos, divulgado em forma de símbolos. Seriam metáforas? Uma ciência fundada nas leis da física e da química? O que vocês faziam na realidade? Queria que estivesse aqui para presenciar onde fomos capazes de chegar apenas com as dúvidas que nos deixou.

Marcelo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Paracelso

Um comentário:

Gleicy disse...

Oi.. adorei os textos =)
beijo!